Mortes por Aids caíram 24% de 2005 a 2011, aponta relatório da ONU


Redução no número de mortes reflete aumento do tempo de vida dos soropositivos

Um relatório do programa da ONU contra a Aids (Unaids) divulgado nesta quarta-feira revela importantes avanços globais no combate à doença.

Segundo o documento, as mortes causadas pela doença caíram 24% entre 2005 e 2011. Há sete anos, 2,2 milhões de pessoas morreram por causa da doença; em 2011, foram 1,7 milhão.

A redução no número de mortes reflete o aumento do tempo de vida dos soropositivos – que, na década de 1980, era de cinco meses e, hoje, chega a dez anos ou mais.

Os dados apontam ainda que, em 2011, 8 milhões de pessoas com HIV em países subdesenvolvidos recebiam tratamento adequado, número 20% maior do que em 2010 (6,6 milhões). Como consequência, as novas infecções entre crianças baixaram pelo segundo ano consecutivo.

Em 2011, diz a Unaids, 57% das 1,5 milhão de mulheres soropositivas grávidas foram tratadas com antirretrovirais para prevenir a transmissão do vírus a seus filhos. Em 2010, 48% receberam o mesmo tratamento.

A melhora nos índices, segundo o relatório, põe o mundo no caminho de obter “uma geração livre de Aids”. Para isso, porém, a Unaids diz que a meta de tratar 15 milhões de soropositivos até 2015 deve ser alcançada.

Apesar dos avanços, o relatório diz também que houve 2,5 milhões de novas infecções pelo HIV em 2011, aumentando o total de soropositivos no mundo para 34,2 milhões.

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/ultimas_noticias/2012/07/120718_unaids_report_dt_rn.shtml

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s