A chama destas velas contêm milhões de minúsculos diamantes


Candle flames contain millions of tiny diamonds

A chama de uma vela gerou comparações com o brilho cintilante de diamantes ao longo dos séculos, mas uma nova pesquisa descobriu que a semelhança se deve mais a ciência do que aos sonhos dos poetas.

Wuzong Zhou, professor de química na Universidade de St Andrews (Reino Unido), descobriu minúsculas partículas de diamante existentes nas chamas das velas.

Sua pesquisa deu um salto científico para resolver um mistério que tem confundido as pessoas por milhares de anos.

Desde que a primeira vela foi inventada na China antiga, mais de 2.000 anos atrás, muitos desejavam saber quais segredos estavam escondidos em suas chamas.

A investigação do Dr. Zhou revelou que cerca de 1,5 milhões de nanopartículas de diamante são criadas a cada segundo em uma chama de vela. A descoberta veio após um desafio com outro colega cientista. “Um colega de outra universidade me disse: ‘É claro que ninguém sabe do que a chama de uma vela é realmente feita’”. “Então eu disse-lhe que acreditava que a ciência poderia explicar tudo, e decidi descobrir”, concluiu Zhou.

Usando uma nova técnica de amostragem, assistido por um aluno, Zixue Su, o cientista foi capaz de remover as partículas do centro da chama – algo nunca alcançado com êxito antes – e descobriu, para sua surpresa, que a chama continha todas as quatro formas de carbono.

Dr. Zhou disse: “Esta foi uma surpresa, porque geralmente cada forma é criada sob diferentes condições”.

Na parte inferior da chama, na qual já se sabia que existiam moléculas de hidrocarboneto, estas formas foram convertidas em dióxido de carbono por cima da chama. Mas o que havia entre essas formas permaneceu um mistério.

Agora, ambas nanopartículas de diamante e partículas de fulereno foram descobertas no centro da chama, juntamente com carvão grafítico e amorfo.
A descoberta pode levar a futuras pesquisas sobre como os diamantes, uma substância fundamental na indústria, poderia ser criado de forma mais barata e ecológica.

Dr. Zhou acrescentou: “Infelizmente, as partículas de diamante são queimadas fora do processo, e convertidas em dióxido de carbono, mas isso vai mudar a forma como vemos a chama de uma vela para sempre”.

O famoso cientista Michael Faraday, em sua célebre palestra do século 19 sobre “A História Química de uma Vela”, disse em um discurso 1860 para a luz: “Você tem a beleza reluzente de ouro e prata, e ainda o maior brilho das jóias, como o rubi e diamante, mas nenhum desses é rival para o brilho e a beleza da chama. O diamante pode brilhar como chama?”.

Rosey Barnet, diretor artístico de um dos maiores fabricantes de velas da Escócia, Shearer Velas, descreveu a descoberta como “emocionante”. “Ficamos felizes em ouvir sobre a descoberta de que existem partículas de diamante em uma chama de vela. Embora não há atualmente nenhuma maneira de extrair estas partículas, ainda é uma emoção encontrar algo que poderia mudar a maneira como as pessoas veem as velas”.

Fonte: http://hypescience.com/a-chama-desta-vela-contem-milhoes-de-minusculos-diamantes/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s