Onde você sente o amor? Mapas corporais mostram os efeitos das emoções


Onde você sente o amor? Mapas corporais mostram os efeitos das emoções (Foto: iStock)

Suor nas palmas das mãos ou aquele friozinho na barriga quando estamos nervosos. A sensação de calor nas bochechas quando estamos constrangidos ou envergonhados. Ou aquele calor no corpo inteiro quando estamos apaixonados. Nossas emoções produzem reações muito fortes em nossos corpos, e uma equipe de pesquisadores finlandesas produziu um conjunto de “mapas corporais” que demonstram os efeitos que essas diferentes emoções exercem sobre nós.

Todos nós já sabemos que as emoções causam mudanças no corpo. De acordo com os pesquisadores, o que ainda não está tão claro é o quão subjetivas são essas mudanças, e se há distinção entre as mudanças causadas por cada emoção.

Para investigar essas questões, os pesquisadores conduziram cinco experimentos diferentes, expondo mais de 700 participantes a conjuntos de palavras, estórias, filmes ou expressões faciais. Juntamente com cada estímulo, os participantes receberam dois “mapas corporais”: um para indicarem a região em que sentiam mais atividade, tanto positiva quanto negativa, e outro para indicarem onde sentiam menos atividade. Assim, por exemplo, se uma pessoa sentisse tristeza, essa emoção era registrada mais no peito, pescoço, e rosto (talvez mágoa, nó na garganta e talvez até algumas lágrimas derramadas), mas não sentia nada em suas extremidades. Isso está refletido no mapa, com as cores mais quentes demonstrando maior “topografia emocional” e as mais frias demonstrando menor “topografia emocional”.

No geral, eles reuniram informações sobre um total de 13 emoções diferentes, sendo seis delas emoções básicas (raiva, medo, nojo, felicidade, tristeza e surpresa) e sete emoções complexas (ansiedade, amor, depressão, desprezo, orgulho, vergonha e inveja). Ao combinarem os resultados de todos os participantes juntos, eles compuseram uma espécie de “atlas corporal”, demonstrando como essas diferentes emoções afetam o corpo.

Já que os participantes relataram como e onde sentiam diversas sensações em vez de realizarem um acompanhamento de fatores biológicos específicos, há definitivamente um aspecto subjetivo sobre essas descobertas. Entretanto, os mapas mostram as tendências gerais de todos os participantes juntos, e mesmo com participantes finlandeses, suecos e taiwaneses, representando três grupos de línguas diferentes (urálica, germânica e chinesa), e os diferentes históricos culturais envolvidos, os resultados foram bem consistentes.

Os pesquisadores esperam que suas descobertas possam formar a base de novos estudos sobre emoções, e possivelmente até nos ajudar a obter mais conhecimento sobre distúrbios emocionais como a depressão e a ansiedade.

O estudo foi publicado no Proceedings of the National Academies of Sciences e está disponível na web para leitura. Esta é uma ferramenta interessante para descobrir como as diferentes emoções nos afetam fisicamente. Veja:

Fonte: http://br.mulher.yahoo.com/onde-voc%C3%AA-sente-o-amor-mapas-corporais-mostram-os-efeitos-das-emo%C3%A7%C3%B5es-213012788.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s