Mães acima dos 35 têm menos chances de ter filhos com malformação congênita


Embora a gravidez depois dos 35 anos pareça ser no mínimo arriscada, um novo estudo garante que crianças nascidas desta forma estão menos sujeitas a riscos de malformação genética.

A pesquisa que chegou a essa conclusão foi extensa – envolveu ecografias retiradas do ventre de 76 mil futuras mães residentes no estado do Missouri, nos EUA. As voluntárias foram divididas entre as de idade superior a 35 anos e as mais jovens do que isto.

 

Uma malformação congênita é qualquer defeito ou conjunto de defeito na constituição de órgãos de um bebê ao nascer. Alguns, como a anencefalia, praticamente eliminam qualquer chance de sobrevivência, enquanto outros significam deficiências permanentes em várias partes do corpo.

Categorizando as malformações por órgãos específicos, os cientistas obtiveram resultados quase unânimes. Gestantes acima dos 35 anos carregavam fetos com 40% menos chance de ter malformações no cérebro, rins e intestinos. Já para o coração, houve um empate técnico entre os dois grupos.

O objetivo do estudo, segundo uma das líderes do levantamento, não é necessariamente incentivar as mulheres a adiar a gravidez, mas fazê-las se sentir mais seguras. Não se deve, segundo a pesquisadora, desprezar os riscos que uma gestação em idade avançada oferece. Mas o argumento de que a condição aumenta os riscos de deficiência nas crianças, de acordo os cientistas, não pode se sustentar.

Fonte: http://hypescience.com/maes-acima-dos-35-tem-menos-chances-de-ter-filhos-com-malformacao-congenita/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s