Entre a geladeira e o amor


 

 

 

Quanta gente você conhece que se compromete com o sonho a ponto de transformá-lo numa ação congruente, tão congruente quanto comprar uma geladeira, onde cada detalhe foi pensado e decidido?

porta de geladeira com vários imãs grudados

Você entra numa loja pra comprar uma geladeira nova. O funcionário se aproxima sorridente, pergunta em que pode ajudá-lo e você responde que quer comprar uma geladeira.

– De que marca?

– Tanto faz. Uma marca legal.

– Qual modelo?

– É indiferente.

– Cor?

– Não pensei nisso.

O rapaz sorri amarelo.

– Qual faixa de preço?

– Não vem ao caso.

Então o funcionário preenche a papelada sem nenhuma dessas informações, você assina embaixo e ele finaliza:

– Bem, quando e onde gostaria que fosse feita a entrega?

– Não faço a menor ideia.

Papo de louco, né? Ninguém gastaria dinheiro comprando algo dessa maneira.

Mas digamos que o tema não seja um eletrodoméstico e sim um objetivo de vida. Que você queira encontrar um amor, por exemplo. E digamos que Deus ou o Dharma ou o Universo, o Destino ou a Vida chegue sorridente pra você e pergunte:

– Como é esse amor?

– Tanto faz. Uma pessoa legal.

– Você vai resolver sua atual situação afetiva antes de encontrá-la?

– É indiferente.

– Loiro ou moreno?

– Não pensei nisso.

Deus ou o Dharma ou o Universo, o Destino ou a Vida sorri amarelo.

– Quer um comedor ou um romântico?

– Não vem ao caso.

Então Deus ou o Dharma ou o Universo, o Destino ou a Vida preenche a papelada sem nenhuma dessas informações, você assina embaixo e ele finaliza:

– Quando e onde gostaria de encontrar essa pessoa?

– Não faço a menor ideia.

Quando a gente se dispõe a comprar uma geladeira e vai até a loja, estamos comprometidos em dar ao vendedor todos os detalhes da geladeira que queremos, não é assim? Marca, modelo, cor, preço, data e local de entrega. Então por que não somos igualmente comprometidos com os detalhes do amor que queremos, do emprego que desejamos, da vida que queremos ter?

Querer, todos querem. Desejar, todos desejam. Sonhar, todos sonham.

Agora, cá entre nós, quanta gente você conhece que se compromete com o sonho a ponto de transformá-lo numa ação congruente, tão congruente quanto comprar uma geladeira, onde cada detalhe foi pensado e decidido?

Se eu não sei o que quero estou declarando que quero qualquer coisa, e a vida vai sendo empurrada com a barriga. Então seja específico ou você vai parar em Poopoo.

Faz sentido pra você?

Fonte:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s