Último dia do mês


Gente boa nasce no último dia do mês
Não espera o início de nada para iniciar
No momento em que algo termina: surge!

Para que esperar?
Gente boa não tem hora nem lugar!
Faz-se sem paragens
É e não disfarça
Porque o outro sente e sabe

Gente boa
De bossa
De asas

Gente como qualquer um: diferente
Gente que muda, que cresce
Que ao olhar no espelho ri ao ver a casca,
E agradece ao ver a vida que o marca

Parabéns!

Christiane Donato (30 de setembro de 2015)
Poesia de aniversário

 

Anúncios

2 opiniões sobre “Último dia do mês”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s